Sexualizar muito cedo é arriscado

Atualmente as meninas não se divertem a brincar com plasticina, colorir desenhos ou aprender a andar de bicicleta. Empenham-se em ter o aspecto de Beyoncé, dançar como Shakira, vestir tops e minissaias que deixem à mostra o umbigo e preocupam-se em saber quando os pais lhes darão autorização para fazer uma tatuagem, colocar um piercing ou implantes de silicone no peito que deixem os rapazes loucos.  Atentos a isto, os especialistas fizeram soar o alarme para o que chamam de sexualização precoce da infância, mais concretamente das meninas. O problema não reside apenas no facto de esta tendência lhes estar a roubar uma etapa necessária como a infância. A erotização infantil eleva o risco de problemas físicos e psicológicos a médio e longo prazos.

Os problemas de conduta alimentar e os complexos estéticos começam antes. Doenças de transmissão sexual e problemas indesejados estão a ser imputados à imaturidade. Os psiquiatras e psicólogos infantis têm salas de espera repletas de raparigas deprimidas pelo tamanho do peito ou porque os rapazes não as convidam para sair.

Tudo isto contribui para perpetuar a situação de inferioridade da mulher em relação ao homem e para que acreditem que só através do sexo serão válidas enquanto pessoas.



Leia mais em: http://diganaoaerotizacaoinfantil.wordpress.com/2007/07/31/sexualizar-muito-cedo-e-arriscado/

por: Cristiane Klein

 

Anúncios

~ por 1efecep em 9 de novembro de 2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: